quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Anjos da guarda

Mãe, Pai. Como agradecer a Deus por me ter abonado de forma tão rica, ao colocar-vos na minha vida? Acho que todos os beijos, todos os abraços, acho que nada disso será gratificante o suficiente para vos agradecer por tudo o que fizeram e fazem constantemente por mim.

Não sei descrever este sentimento incandescente que perpetua dentro de mim, dia após dia, hora após hora, momento após momento. Vocês representam a formulação de felicidade para mim, o sangue que me corre nas veias, o sentido de vida. Em mim permanece cada lição que por vós, me foi entregue, e, de cada uma dessas lições retiro um sentido próprio e imortal para repassar da mesma forma aos vossos futuros netos, e que Deus queira, bis-netos, tris..... Oh, quem me dera.

Em mim, prontifico estas lições ao longo de cada caminhada, e, talvez um dia sinta o orgulho e preocupações que vocês sentem em relação aos vossos filhos, porém, por agora, a única coisa que posso por vocês é fazer de vocês orgulhosos, a cada passo dado.

Nunca será suficiente, mas também nunca será de mais agradecer-vos: Obrigado.

André Brás

0 comentários:

Publicar um comentário

Posts mais visualizados